FANDOM


Aqualad drives a wedge between partners Alerta de Spoilers!
Este artigo pode conter informações de episódios que você ainda não viu, ou sobre episódios ainda não lançados!

Dia da Independência é o primeiro episódio da primeira temporada de Justiça Jovem, e o primeiro de toda a série. Estreou no Brasil no dia 07 de Novembro de 2011.

Sinopse Editar

Robin, Aqualad e Kid Flash invadem o Cadmus e descobrem que ele está sendo comandado por Genomorfos. A equipe também encontra um clone do Superman conhecido como Superboy.

Enredo Editar

 
Gotham City
4 de julho, 12:00 EDT

Um dia tranquilo em Gotham City Park é interrompido por Sr. Freeze, que esta congelando civis. Enquanto tomava como alvo pessoas que tentavam escapar da sua mais recente de fúria, uma Batarang atinge sua arma fria, poupando os civis em fuga. Supondo que o proprietário do Batarang seja Batman, Freeze se vira para a direção de onde a Batarang veio, e encontra ninguém lá. Em seguida, ele ouve uma risada, e Robin salta em sua cúpula de vidro, jogando duas Batarangs em cima dele, fazendo duas rachaduras em sua cúpula. Freeze tem como objetivo congelar Robin, mas Batman lhe dá um soco, quebrando sua cúpula completamente.

 
Star City
4 de julho, 09:01 PDT

Icicle Jr. está causando estragos na ponte de suspensão de Star City, lançando e virando carros, usando seus poderes de criocinese para fazê-lo. Enquanto ele ri maliciosamente, várias flechas explodem em torno dele, e ele olha para o topo da ponte para ver Arqueiro Verde e Ricardito que se tornam seu alvo. Depois de uma luta, Ricardito dispara uma flecha com ponta sólida que parece nocautear Júnior. Arqueiro Verde brinca que Junior "tinha um queixo de vidro". Seu parceiro, no entanto, descarta a piada, e exclama que "hoje é o dia".

 
Pearl Harbor
4 de julho, 06:02 HST

Em Pearl Harbor, Aquaman e Aqualad chegam para impedir Killer Frost de destruir um navio petroleiro. De pé na proa de um navio, Killer Frost faz ataques de gelo fortificado contra Aquaman e Aqualad, que esquivam de cada ataque, embora o torso de Aquaman fica congelado por um ataque em particular. Aqualad salta passando por Aquaman que quebra o gelo e segue em frente. Aquaman esta questionando Aqualad sobre se ele está animado com os acontecimentos do dia, enquanto seu aprendiz responde que ele esta "mais focado no assunto em questão". Aqualad se esquiva de mais ataques criocinéticos de Killer Frost, e depois usa seu água-portador para derrubá-la com uma bola de gelo. Em seguida, ele admite que sua excitação, com "hoje é o dia".

 
Central City
4 de julho, 11:03 CDT

Em Central City, Flash e Kid Flash estão tentando impedir que Capitão Frio roube um depósito de jóias. Frio atira neles com sua arma fria, como os dois velocistas fazem círculos em torno dele correndo. Kid Flash é o primeiro a agir, uma vez que "não tinha tempo para isso", roubando sua arma fria. Kid Flash derrapa para o outro lado da estrada, quando o Flash corre e soca Capitão Frio em sua a face. Flash diz para seu sobrinho se acalmar, mas Kid Flash resiste, como ele expressa sua emoção, porque "hoje é o dia".

 
Washington, D.C.
4 de julho, 14:00 EDT

Após a chegada no Hall da Justiça, todos os quatro ajudantes fazem um breve passeio no Hall com seus mentores como guias, juntamente com Caçador de Marte e Tornado Vermelho. Depois, eles tentam fazê-los sair da sala para um interrogatório sobre os acontecimentos daquela manhã. Ricardito está indignado que ele, juntamente com Robin, Kid Flash e Aqualad são deixados de fora do interrogatório, e exclama que o Hall não é a sede real da Liga da Justiça, e revela a existência da Torre de Vigilância. Ele raivosamente sai para fora do salão, e Superman pede de assistência da Liga para atender a um incêndio no projeto Cadmus, antes de Zatara pedir uma "resposta da Liga inteira" para um incidente envolvendo Wotan com o Amuleto da Aten que pretendia apagar o sol. Superman diz que as autoridades locais têm o fogo sob controle, e os mentores deixam o Hall para enfrentar Wotan, deixando Robin, Kid Flash e Aqualad para trás.

Irritados, ou no caso de Aqualad, lamentando que os seus mentores não os confiava o suficiente com informações sobre a existência da torre de Vigilância, Robin sugere para eles investigarem o projeto Cadmus, e para "resolverem o seu caso antes que a Liga fazesse". Todos os três companheiros concordam, e eles saem para Cadmus.

Chegando no local, eles se infiltram no edifício em chamas, com Robin usando sua arma para escalar o prédio, enquanto Kid Flash corria sobre as janelas do edifício. Aqualad usa seu água-projetor para salvar dois cientistas e subir para dentro do prédio.

Enquanto dentro de um andar superior, Aqualad vê uma silhueta com chifres dentro de um elevador. Ele pergunta a Kid Flash porque os elevadores não foram bloqueados, enquanto Robin descobre que aquele era na verdade um elevador expresso de alta velocidade, levando a um eixo que cai pelo menos vinte andares abaixo da superfície do solo. Devido ao fato da corda de Robin ter chegando ao fim, o trio é forçado a parar a sua descida ao sub-nível 26, onde descobrem um grupo de G-Trolls marchando pelos corredores.

Continuando a explorar Cadmus, os ajudantes descobrem mais Genomorfos que estão sendo usada para alimentar o projeto Cadmus, como Cadmus não é conectada a rede elétrica. Depois de Robin transferir informações para seu computador holográfico, O Guardião, chefe de segurança de Cadmus, encontra o trio, e questiona-os brevemente sobre o porquê que eles estão lá. Antes que ele possa continuar, o seu G-Gnomo usa suas habilidades telepáticas para forçar Guardião a comandar um esquadrão de G-Elfos para atacar os companheiros.

Robin lança imediatamente bombas de gás no chão para esconder Aqualad e Kid Flash dos G-Elfos. A luta segue, que termina abruptamente quando Robin consegue invadir o sistema de elevador, abrir as portas e entrar em um lugar seguro juntamente com Aqualad e Kid Flash.

Robin os envia ainda mais profundamente na fortaleza e depois de um breve conflito com Dubbilex, eles são capazes de encontrar a arma secreta de Cadmus, o Projeto Kr, clone de Superman. Quando decidem libertá-lo, os G-Gnomos assumem o controle da mente do projeto Kr e o forçam a atacar. Embora ele lutava contra três ajudantes bem treinados, Superboy não teve problemas para derrotá-los, e ele os deixa inconscientes.

Personagens Editar

Produção Editar

Este episódio foi originalmente planejado para incluir uma aparição de Catherine Cobert, que seria a ligação civil da Liga da Justiça e a voz dos computadores da Liga (eles são dublados no episódio, em inglês, por Stephanie Lemelin). Um design de um personagem foi criado por Jerome Moore[1], e uma cena com ela foi gravado com Stephanie Lemelin dublando Catherine, mas a cena acabou sendo cortada por vez na fase storyboard.

O pai da família que assava no parque (que é um dos civis congelados por Sr. Freeze) na cena de abertura em Gotham City Park foi projetado por Jerome Moore, que modelou o personagem no designer de personagem principal Phil Bourassa. No entanto, as cores foram alteradas para a versão final blindada do episódio, e à semelhança foi diluída[2].

Referências Editar

  1. Moore, Jerome (04-12-2010). "Justiça Jovem: CRF". DeviantArt. Retirado 27-02-2011
  2. Moore, Jerome. (2010-11-27)"Justiça Jovem: PhillyBee". DeviantArt . Retirado 27-02-2011.

Galeria Editar

Wiki-wordmark
A galeria de Dia da Independência pode ser acessada aqui.